Talvez não seja tão legal assim pensar no resfriado e na dor de garganta, nem na perfeição dos passos. Talvez seja preciso enfrentar as fornalhas da adversidade para compreender que no final das contas não nos cabe prever. Talvez, bem lá no fundo das minhas convicções em desenvolvimento, eu possa dizer-lhes que não importa como esteja o céu, e sim se você está bem na própria companhia. O resto lhe é acrescentado.

Simplesmente Tita, capítulo 193 (via simplesmentetita)

cotondetulear:

Coton de Tulear ❤ So… How’s the weather up there, Larry? #cotondetulear #cotonsofinstagram #coton #coton puppy #dogsofinstagram #dog #puppy #instagood #puppies #dogs_of_instagram #furbaby #dogstagram #dogoftheday #lovedogs #lovep uppies #doglover #ilovemydog #dailyfluff #instapuppy #cutepuppy #photooftheday #whitepuppy #whitedog #picoftheday #petstagram #petoftheday #dogofthedayjp #fluffypack #goldenretriever ❤ #Cute #Coton #Puppy #Love #Dog #CotonDeTulear ♥ http://bit.ly/1nbgF2H via Coton de Tulear http://on.fb.me/1qCT31x http://on.fb.me/17WsSKn

cotondetulear:

Coton de Tulear ❤ So… How’s the weather up there, Larry? #cotondetulear #cotonsofinstagram #coton #coton puppy #dogsofinstagram #dog #puppy #instagood #puppies #dogs_of_instagram #furbaby #dogstagram #dogoftheday #lovedogs #lovep uppies #doglover #ilovemydog #dailyfluff #instapuppy #cutepuppy #photooftheday #whitepuppy #whitedog #picoftheday #petstagram #petoftheday #dogofthedayjp #fluffypack #goldenretriever ❤ #Cute #Coton #Puppy #Love #Dog #CotonDeTulear ♥ http://bit.ly/1nbgF2H via Coton de Tulear http://on.fb.me/1qCT31x http://on.fb.me/17WsSKn

Tudo o que pensamos é íntimo e não precisa ser repartido com ninguém. Todos nós temos o direito de guardar nossas opiniões, não é obrigatório dividir, seja para evitar constrangimentos, mal-entendidos ou porque falar muitas vezes não leva a coisa alguma. Assim como existe liberdade de expressão, também existe liberdade para ficar calado.

Martha Medeiros (via recitarpoesias)

Parece fácil falar que estamos crescendo e precisamos “pensar no futuro”, como se não fizéssemos isso, como se escolhêssemos nossa profissão do mesmo jeito que se faz com um sorvete. De certa maneira, é. Eu não ficaria com um sabor de que não gosto, meu paladar é bastante exigente. Para alguns, serve a carapuça de não sonhar alto, ou seja, essas pessoas se deixam levar pelas falas gritantes de quem abriu mão de viver uma aventura para obedecer ao fluxograma anacrônico de como ser “normal”. Correr riscos assusta. O medo cochicha que não é seguro ousar, ele é sorrateiro e perspicaz, toma a forma que se quiser. Ele rabisca as folhas em branco do livro da vida e escreve capítulos de uma qualidade precária (e estou sendo gentil em adjetivar).

Eu tive medo a minha vida inteira.

Simplesmente Tita, capítulo 189 (via simplesmentetita)

Mas domar o medo, o que é, de fato? Será que estamos ausentes de senti-lo? Não sou a pessoa mais indicada para responder, porque todas as indagações mais relevantes são subjetivas (ou pelo menos desse modo quero crer que “certo” e “errado” apenas variam, não são regras meramente impostas) e dependem de vários fatores, experiências, dogmas, linhas de raciocínio. Nossos olhos são as lentes que entoam o viver de acordo com todos os registros que os fornecemos e me apetece sugerir que não existem pessoas totalmente iguais. Essa ideia parece fantástica e sempre alimentou a vontade de conhecer esses universos tão diferentes do meu, distintos em quase tudo, ao que me cabe honestamente acrescentar, para que não soem divagações tortas para matar o tempo.

Simplesmente Tita (via simplesmentetita)